Senado rejeita indicado de Bolsonaro para delegação permanente na ONU

O Senado rejeitou nesta terça (15) a indicação do embaixador Fabio Mendes Marzano para ocupar a posição de delegado permanente do Brasil nas Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça. Esta é a primeira rejeição de um diplomata pelo plenário no atual governo, algo considerado raro. A reprovação ocorreu por 37 votos contrários a 9 favoráveis depois do nome ser aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. Na sabatina, o diplomata se indispôs com a senadora Kátia Abreu (PP-TO).

O embaixador se negou a comentar o Acordo de Livre Comércio entre Mercosul e União Europeia depois da parlamentar citar a preservação ambiental e o protecionismo do agronegócio europeu. Ele, porém, recusou-se a comentar, sob o argumento de que o assunto escapava ao foco da delegação em Genebra.

Leia mais na fonte: Gazeta do Povo