Luciano Hang, Roberto Jefferson e aliados de Bolsonaro são alvo da PF contra fake news

A Polícia Federal cumpre 29 mandados de busca e apreensão nesta quarta-feira (27) no chamado inquérito das fake news, que apura ofensas, ataques e ameaças contra ministros do STF. As ordens foram expedidas pelo ministro do STF Alexandre de Moraes, relator do inquérito.
Um dos alvos é o ex-deputado federal Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB e novo aliado do presidente Jair Bolsonaro. Jefferson preside um dos partidos do centrão e passou a defender efusivamente Bolsonaro nos últimos tempos.

Outros aliados de Bolsonaro também são alvos da investigação. Os deputados estaduais de São Paulo Douglas Garcia (PSL) e Gil Diniz (PSL), o blogueiro Allan Santos, do canal Terça Livre, e a militante Sara Winter estão entre os nomes que são alvos de busca e apreensão da PF.

Em Brasília, os deputados federais Bia Kicis, Carla Zambelli, Daniel Silveira, Filipe Barros, Cabo Junior do Amaral e Luiz Philippe de Orleans e Bragança estão na lista. Empresários também farão parte da investigação. É o caso de Luciano Hang, proprietário da Havan e apoiador de Jair Boslonaro.

Além de Rio de Janeiro e Brasília, há mandados para ser cumpridos também nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

Fonte: Carta Capital