sample cover letters for welding mera jharkhand essay in hindi personal statement for university admission sample pdf stanford gsb courses

Protótipo da Starship pega fogo após testes

Incêndio ocorreu após vazamento de metano e atingiu material isolante ao redor do foguete. Apesar do susto, SN4 deve ser usada em novo teste em 28 de maio

Starship SN4, quarto protótipo da espaçonave que a SpaceX espera um dia usar para colonizar Marte, sofreu um acidente durante um teste de disparo estático de seu propulsor na última quarta-feira (20). Como resultado um incêndio ocorreu na base da nave, que felizmente não sofreu grandes danos.

Durante um disparo estático o propulsor (um motor Raptor, sucessor do Merlin-1D usado no Falcon-9) é acionado por alguns segundos enquanto a espaçonave está amarrada ao solo. Segundo o site Teslarati, um aumento súbito de pressão causado pela ignição do motor soltou uma tubulação de metano que estava mal conectada, causando um vazamento do combustível.

O propulsor funcionou normalmente por cerca de cinco segundos, como esperado, mas neste período o metano que vazava da tubulação pegou fogo. Logo depois, material isolante colocado ao redor do foguete também se incendiou, o que danificou parte da fiação usada para telemetria, a coleta de dados sobre o estado e funcionamento do foguete.

Com isso a SpaceX “perdeu o controle” da SN4, ou seja, não tinha mais como determinar seu estado, mesmo após o fogo ser apagado. Como os tanques ainda continham combustível pressurizado em um estado desconhecido, seria arriscado se aproximar da espaçonave para inspecioná-la. Foi necessário esperar ele evaporar e ser liberado por válvulas de segurança até que o foguete pudesse ser declarado como seguro, o que levou dois dias.

Apesar do susto, os danos ao foguete foram mínimos, e tudo indica que a SpaceX pretende utilizá-lo em um novo teste em breve. A empresa solicitou o fechamento das estradas ao redor de sua base em Boca Chica, no Texas, no dia 28 de maio, com datas de backup em 29 de maio e 1.º de junho.

Fontes: Olhar Digital / Teslarati